domingo, 16 de agosto de 2009

METAFORA DO DIA: O PREÇO DE UMA ESCRITA

Um grande empresário precisava mandar algumas correspondências, mas uma delas era muito especial: uma carta para sua pretendida, que seria entregue junto com um buquê de flores e uma jóia.
Pediu a um de seus empregados que fosse à papelaria e comprasse o envelope mais caro e mais bonito, e o empregado assim o fez.
No entanto, o empresário tinha uma péssima letra, mas sabia que uma diarista que fazia trabalhos esporádicos em sua fábrica sabia escrever muito bem. Não pensou duas vezes: levou o nome da sua provável futura esposa para a garota e lhe pediu que ela escrevesse os dados no envelope, com a letra mais bonita que ela pudesse fazer.
A menina atendeu ao pedido.
Quando ele foi buscar o envelope e viu a bela caligrafia, ficou impressionado. "Nossa, é linda mesmo a sua letra", disse. Querendo compensar o trabalho extra da garota, perguntou: "Quanto é seu trabalho?". A funcionária nem pestanejou: "R$ 50", respondeu.
O homem se assustou. "Pérai! R$ 50 por uma escrevidinha de nada?".
Ela imediatamente retrucou: "Tem razão, senhor. Então cobro R$ 150".
"Mas você nem fez muito esforço para esse trabalho", reclamou o patrão.
"Caramba, é mesmo! Vou ter que cobrar R$ 300, então", ela disse, sorrindo.
"Afinal, seja honesta", ele pediu. "Quanto você acha que vale este trabalho?"
"Me responda o senhor: que preço o senhor pagaria para que a sua pretendida pudesse receber um bom presente, um buquê com as flores mais belas, uma jóia cara, com uma carta escrita no papel mais diferenciado, num envelope dos mais chiques, e com seu nome escrito numa "escrevidinha de nada", para o qual "não fiz esforço algum", mas que é uma verdadeira obra de arte e que o senhor não consegue fazer? Me responda com sinceridade ou eu rasgo este envelope, mesmo que para isso tenha que pagá-lo com meu salário", ela disse, já fazendo o gesto tipico de rasgar o invólucro, mas ainda sorrindo.
O empresário pensou, suspirou.... e então lhe pagou R$ 1 mil, também sorrindo com satisfação.
Depois disso, ele a contratou para o setor de comunicação de sua empresa, e as cartas enviadas a clientes e fornecedores passaram a ter a sua marca.
Não importa o quão simples seja o que você faça. Se você faz bem e valoriza esta qualidade, outros também o farão.

Metáfora baseada numa história real

"Minha querida alma, seja fonte de valorização e auto-estima. Minha querida alma, seja fonte de sucesso!".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

POSTS MAIS RECENTES NO SEU EMAIL - CADASTRE-SE!