sexta-feira, 17 de abril de 2009

METÁFORA DO DIA: DOIS PESCADORES

O primeiro pescador:
Este pescador vai à pesca, leva uma rede e lança-a ao mar. Na altura certa, puxa a rede e o que vem nela? Peixes, algas, lixo do mar e outras coisas.

O que faz este pescador?

Ele só tira os peixes e deixa o resto na rede. São coisas pequenas, tão insignificantes!
Quando o pescador for lançar novamente a rede ao mar, ela ainda está toda suja, pegajosa, pesada e até cheira mal! Isso vai atrasar a pesca. A confusão é tanta que os próprios peixes quase nem entram na rede.

Na altura em que o pescador puxa a rede do mar para tirar o peixe, ele só vê muita confusão. Não vê peixe nenhum. Ele fica muito chateado, deixa a rede no mar e vai para casa sem peixe. A única solução para ele é comprar uma rede nova.

O segundo pescador:
Este pescador também vai à pesca, lança a rede ao mar, tal e qual como o outro pescador. Na altura de puxar, ele tem o mesmo tipo de peixe, de algas e de lixo.

Mas o que é que ele faz?

Ele tira os peixes e depois também limpa a rede, tirando também todas as algas e lixo. Por vezes, até são coisinhas pequenininhas, sem importância alguma, mas ele limpa a rede.
O que é que acontece?

Sempre que este pescador vai à pesca é fácil para ele. Ele só lança a rede e já está!

Ela está sempre pronta para ser usada. Ele chega a casa com o peixe para vender, tem muito lucro e supre as necessidades da sua família.

E a rede de sua vida? Tem sempre algo "insignificante" que você insiste em não limpar?

"Minha querida alma, raivas, medos, preocupações e tristezas que vivi, e recebi, acabaram"

"Minha querida alma, seja fonte de autoconsciência e coragem para encarar meus problemas"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

POSTS MAIS RECENTES NO SEU EMAIL - CADASTRE-SE!