domingo, 31 de maio de 2009

VISUALIZAÇÃO: QUANTO MAIS RÁPIDO, MELHOR!

"Visualizar é pensar por meio de imagens. Embora as últimas descobertas científicas comprovem os efeitos da mente sobre a saúde, não é preciso ir muito longe para perceber que nossa imaginação pode proporcionar um tour pelas mais diversas emoções, levando-nos da felicidade às lágrimas, da raiva à excitação em um piscar de olhos, literalmente" (extraída do site Web Motors - do Yahoo)

Parece que tudo acontece de acordo com o que nossos desejos e pensamentos procuram. Estava pensando, na última semana, em criar mais um post sobre visualização, mas não queria postar aqueles exercícios looongos, que muitas vezes cansam só de ler.
Na sexta-feira, recebi um telefonema de uma grande amiga, psicóloga, e aproveitei para conversar com ela sobre isso (olha o Universo conspirando de novo ai, geeeente). Queria algo que mostrasse o quanto vale a pena investir em imagens que possam reverter quadros crônicos de emoções negativas, como raiva, tristeza, medo... e também doenças das mais variadas. Afinal, o corpo reflete o que temos na mente. Ela citou um texto que viu, sobre um livro novo, recém-lançado, que ensinava técnicas para momentos de estresse em que a rapidez do processo era essencial: no trânsito.
Ela não soube dizer o nome do autor, mas ficou de me enviar depois.
Segundo minha amiga, o livro mostrava que imagens mentais são um poderoso meio de cura. Melhor ainda é quando estas visualizações se dão de maneira que se possa ir de encontro ao que nos deixa tensos, e "mexer" simbólicamente com isso. "Quando fugimos do que nos possa causar dor ou tristeza, acabamos por ir de encontro a estes sentimentos, mas somos pegos de surpresa. Quando enfrentamos o desafio, essa situação muda", garantiu.
O trabalho de visualização ajuda a rejeitar o comportamento e as atitudes que prejudicam nossa saúde, e essa é a idéia básica.
Porém, para obter bons resultados com a técnica, é preciso definir a intenção, isto é, o que desejamos conseguir com o exercício.
O legal é que, algumas horas depois, encontrei algo sobre este assunto no Yahoo. Trata-se do livro: Imagens que curam – práticas de visualização para a saúde física e mental, pela editora Ágora. O autor é o psiquiatra Gerald Epstein.

Que tal algumas dicas, então? Passo aqui algumas, como me foram enviadas por minha amiga, mas que estão também no post sobre o livro.
Antes de tudo, preste atenção aos seguintes fatores:
Postura corporal: a posição mais eficaz para a prática das visualizações é a que, segundo minha amiga, o autor do livro chama de “postura do faraó”. Sente-se com as costas retas e os braços pousados confortavelmente nos apoios, mãos abertas, palmas para cima ou para baixo, plantas dos pés apoiadas no chão, sem cruzá-los. Isso serve para o carro, para o sofá, para o ônibus, avião...(Será que preciso lembrar que, no caso do carro, você tem que estar parado, estacionado num lugar seguro? Não, né?).
Respiração: Ordene a si mesmo que fique tranquilo e relaxado. Respire ritmicamente, inspirando pelo nariz e expirando pela boca. As expirações têm de ser mais longas e vagarosas do que as inspirações.
Horários: recomenda-se que se faça os exercícios no começo do dia, antes do café da manhã, ao entardecer e antes de dormir, pois esses três momentos de transição – entre adormecer e despertar, entre o dia e a noite, entre despertar e adormecer – são muitos fortes. Isso não quer dizer que os outros momentos do dia não sejam válidos. Pelo contrário, as visualizações nestes casos podem servir até como uma espécie de "Pronto-Socorro" mental, principamente em momentos de tensão.
Duração: a regra de ouro para terapia com imagens, segundo as dicas enviadas, é que “Menos vale Mais". Ou seja, quanto mais curta for a visualização, mais poderosa ela é.

Hora de praticar

Confira técnica na íntegra:

Nome: estresse sem angústia.
Intenção: eliminar a angústia.
Frequência: diariamente, conforme a necessidade, durante 30 segundos a 1 minuto para cada um dos exercícios relacionados entre si.

O estresse é o estado normal de nossa existência diária. Está quase sempre conosco quando estamos acordados (e, às vezes, enquanto dormimos – por exemplo, durante um pesadelo); é um dos aspectos essenciais da vida. Estamos sob estresse e sofremos choques constantemente. Esses choques não podem ser eliminados da vida, nem deveriam. São despertadores que nos estimulam a reagir e a nos manter alertas. Às vezes, encaramos esses choques como experiências dolorosas. A isso chamamos “angústia”. É essa angústia, e não o estresse, que precisamos aprender a administrar e controlar. A maneira como lidamos com a angústia mostra nossa capacidade de viver uma vida mais ou menos equilibrada. Os exercícios a seguir são correlatos e têm a intenção de lhe proporcionar um programa próprio da angústia. Você deve fazer o conjunto completo de exercícios (o texto parece longo, mas o exercicio é curtíssimo). Em momentos específicos, pode escolher apenas um deles e repetir na sua mente.

1. Feche os olhos. Expire três vezes. Visualize-se alimentando gigantes poderosos. Depois que terminar, abra os olhos.
2. Feche os olhos. Expire duas vezes. Visualize-se fazendo amizade com seres hostis. Então, abra os olhos.
3. Feche os olhos. Expire duas vezes. Visualize-se atando a cabeça de uma cobra. Depois que terminar, abra os olhos.
4. Feche os olhos. Expire três vezes. Visualize-se saltando sobre o lombo de um dragão em movimento. Depois que terminar, abra os olhos.
5. Feche os olhos. Expire uma vez. Visualize-se chamando para fora os seres que habitam uma caverna e estão escondidos. Então, abra os olhos.
6. Feche os olhos. Expire duas vezes. Visualize-se enfrentando fantasmas em um antigo castelo. Então, abra os olhos.
7. Feche os olhos. Expire três vezes. Visualize-se encontrando uma alma poderosa em uma catacumba. Então, abra os olhos.
8. Feche os olhos. Expire três vezes, visualize-se conduzindo um animal estranho para dentro de uma floresta fechada. Então, abra os olhos.
9. Feche os olhos. Expire uma vez. Olhe para um alvo no qual você atirou e errou. Que fazer? Você precisa de ajuda? Então, abra os olhos.
10. Feche os olhos. Expire uma vez. Olhe para um pássaro que voa alto quando seria mais oportuno que ele permanecesse voando baixo. O que você está sentindo? Então, abra os olhos.
11. Feche os olhos. Expire uma vez. Perceba que você precisa lutar contra a maré, a fim de se realizar como pessoa. Então, abra os olhos.
12. Feche os olhos. Expire uma vez. Veja por que, depois da luta, podemos, enfim, nos aquietar. Então, abra os olhos.
13. Feche os olhos. Expire uma vez. Saiba quando é bom falar e quando é melhor ficar em silêncio. Então, abra os olhos.
14. Feche os olhos. Expire uma vez. Aprenda a não se impacientar com seja lá o que estiver acontecendo em nossa sociedade, e a não se render a isso. Então, abra os olhos.
15. Feche os olhos. Expire uma vez. Perceba que o que é construído às pressas é rapidamente destruído. Então, abra os olhos.
16. Feche os olhos. Expire uma vez. Olhando para águas serenas, límpidas e silenciosas, veja o que deseja ver. Depois que terminar, abra os olhos.
17. Feche os olhos. Expire uma vez. Olhando para águas serenas e límpidas, mude sua aparência para como desejaria ser. Depois que terminar, abra os olhos.

Gostou? Então que tal começar....AGORA?

Minha querida alma, seja fonte de relax, relax, relax....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

POSTS MAIS RECENTES NO SEU EMAIL - CADASTRE-SE!