quinta-feira, 20 de setembro de 2012

UM INVESTIMENTO PRA LÁ DE INESPERADO

O jovem aprendiz chegou à empresa todo animado. Informado de que o empresário que o contratara tinha fama de ser um homem arrojado, que gostava de idéias novas, entrou em sua sala já com um monte de projetos fervilhando na cabeça.
Com ele, mais dois concorrentes. Cada um contando com a contratação após um teste, que nem sabiam qual era.
O patrão olhou-os de cima a baixo, e depois entregou um documento a cada um. Era a autorização para investir $ 1 milhão da empresa em algum novo negócio. Os três saíram correndo e trataram de botar suas idéias em prática.
20 dias depois, o trio estava de novo diante do investidor.
O primeiro havia conseguido um lucro de $ 200 mil. "Está contratado", disse o chefe.
O segundo ganhou $ 340 mil. "Está contratado", disse novamente o patrão.
O jovem aprendiz, um dos mais animados no primeiro dia de trabalho, estava agora cabisbaixo, triste e envergonhado. Havia perdido todo o dinheiro num investimento que se revelou um fiasco.
"Patrão... eu fiz bobagem. Acreditei em algo irreal e não me dei bem. E com isso causei um rombo aos cofres da empresa", ele disse.
O homem permanecia impassível, mas via-se em seus olhos que também estava compadecido.
"Me diga... você chegou aqui como aprendiz, e acredito que aprendeu de fato algumas coisas, não?", perguntou ao rapaz.
"Sim. Depois dessa besteira, então, nem se fala! Aprendi que determinadas atitudes podem ser prejudiciais, que não posso ser impulsivo e que no mundo dos negócios é sempre bom ser ousado, mas não inocente".
"Então a empresa já fez sua parte, ensinando isso a você".
"Verdade, chefe. Por isso mesmo é que não tenho que reclamar de ser mandado embora, de não ser contratado. Tenho mesmo é que conseguir um novo emprego e tentar pagar o senhor todo o prejuízo".
"E quem falou em te mandar embora"?
"Uai, não vai mandar"?
"Cara, eu acabei de investir $ 1 milhão em sua formação. O único jeito de recuperá-lo e segurar você aqui, não acha? Está contratado. Por enquanto não com os mesmos ganhos dos outros dois, mas confiante de que logo, logo você nos dará muito mais do que isso".
Se isso tivesse ocorrido com você, qual seria a sua reação?
A minha, foi de tentar usar o que havia aprendido e aproveitar a nova chance...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate

POSTS MAIS RECENTES NO SEU EMAIL - CADASTRE-SE!