domingo, 7 de fevereiro de 2010

A MÁGICA ESTÁ NAS COISAS SIMPLES. ESCUTE!

Tem uma questão muito interessante no que se refere às leis que regem o Universo e nas quais precisamos acreditar para que as técnicas que as utilizam funcionem: muitas vezes temos toda convicção do que é ensinado pelos grandes Mestres desta área, mas quando partimos para a prática, algo acaba dando errado...
Aí vem a pergunta: será que realmente este "negócio de leis do universo, de segredo, etc..." realmente funcionam? A resposta é SIM!
A questão é que algumas vezes acreditamos apenas superficialmente, só no nível consciente. Outras vezes, esquecemos que a Fé traz também humildade, o que impede os exageros e a arrogância. É esta humildade que nos faz perceber que, na maioria das vezes, a mágica está nas coisas mais simples, e quando não notamos isso, entramos em muitas situações difíceis, que acabam por depor contra o que queremos ensinar às outras pessoas.
Talvez tenha sido isso o que aconteceu com esse monge...
Leia e entenda! 

Escutar pra que?

Conta-se que um monge havia ficado em reclusão durante 20 anos em mosteiro na Índia, vivendo apenas para meditar, trabalhar, ler escrituras sagradas com o intuito de alcançar a iluminação. Após completar 20 anos de reclusão, o monge achou que havia atingido a iluminação e saiu dizendo a todas as pessoas que encontrava pelo caminho que Deus estava em tudo, nas árvores, nos animais, na terra, no céu, nas pessoas.

O monge em estado de êxtase, foi em direção à cidade com intenção de falar para o maior número de pessoas que Deus estava em tudo. Ao se encaminhar para o mercado, surge de repente, um enorme elefante desgovernado correndo em sua direção, mas o monge ficou parado afirmando para as pessoas que Deus estava em tudo e também estava elefante, por isso ele não lhe faria nenhum mal. As pessoas que estavam no Mercado gritavam para que ele saísse do caminho do elefante, mas ele permaneceu indiferente, dizendo que Deus estava no elefante por isso não corria nenhum perigo. O dono do elefante, que estava em cima do animal desgovernado, também gritava para que o monge saísse do caminho, mas o monge não deu ouvidos e permaneceu parado. Nesse instante o animal que vinha em grande velocidade atropelou-o e deixou-o todo machucado.

O monge foi levado ao médico e após voltar a si começou a se lamentar com a enfermeira: - Puxa que lástima, acabei de perder 20 anos da minha vida. Passei 20 anos estudando, trabalhando, lendo escrituras sagradas com intenção de alcançar a iluminação e quando achei que havia compreendido que Deus estava em todas as coisas um acidente horrível aconteceu comigo. Eu achava que Deus estava em tudo, principalmente naquele elefante, mas veja só o que ele me fez. Estou desiludido, pois perdi 20 anos da minha vida ao acreditar que Deus estava em todas as coisas. A enfermeira que ouvia tudo atentamente o interrompeu e disse.: - Eu até que entendo sua dor, pois sei do fato ocorrido, mas se você parar para pensar um pouco vai chegar a conclusão de que a situação é um pouco diferente do que você está dizendo. O monge intrigado perguntou a enfermeira: - Mas como? Essa eu não entendi, me explique melhor o que está querendo dizer. A enfermeira continuou: - Se você colocar a mão na consciência vai acabar percebendo que Deus está em tudo você é que não soube perceber esse fato no momento em que o incidente ocorreu. O monge ainda intrigado perguntou: - Mas como? Isso que você está dizendo é um absurdo! A enfermeira calmamente disse: - Deus estava presente naquelas pessoas que estavam no mercado e gritavam para que você saísse do caminho; Deus também estava presente no dono do Elefante que dizia para você sair da frente. Deus estava presente dizendo para você sair do caminho do elefante naquele momento, mas você não soube escutá-lo. Nesse momento o monge compreendeu que Deus realmente estava em tudo e alcançou a iluminação.


"Minha querida Alma, seja fonte de compreensão e Iluminação"

2 comentários:

  1. Isso é o que eu chamo de "arrogância do conhecimento". Brilhante esta chamada de atenção para o fato de que estamos sempre aprendendo, Mago!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Antonio Carlos. Gostei muito do seu blog e sempre estou voltando para dar uma olhada em suas metáforas e dicas. Esta agora me deixou muito feliz. Sou adepto da Simplicidade Voluntária e concordo com o titulo deste texto, bem como aprendi muito com a história. Obrigado.

    ResponderExcluir

Translate

POSTS MAIS RECENTES NO SEU EMAIL - CADASTRE-SE!